Mapa do Site

Amadora acolheu conferência sobre o PISA para as Escolas

Amadora acolheu conferência sobre o PISA para as Escolas

O Cineteatro D. João V acolheu no dia 2 de dezembro a conferência “PISA para as Escolas: do diagnóstico à ação”, uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal da Amadora, em parceria com o Instituto Politécnico de Lisboa.

Durante a sessão, foi apresentada a ferramenta PISA para as Escolas, assim como o programa PISA para as Escolas nos Municípios.

Ao longo da conferência, vários especialistas partilharam as mais valias desta ferramenta de trabalho e de diagnóstico, essencial para a definição de estratégias e de atividades por parte das escolas que sejam promotoras das competências deficitárias.

A iniciativa contou com a presença da Presidente da Câmara Municipal da Amadora, Carla Tavares, que começou por referir que "construir cidade não se constrói sem educação", acrescentando que "os desafios da área da educação são desafios de todos, são os desafios de toda a comunidade".
A autarca destacou a importância do trabalho em rede, que "felizmente, começa a ser uma palavra muito dita e praticada na área da educação".

O Secretário de Estado Adjunto e da Educação, João Costa, reforçou a importância deste projeto, considerando-o "um belíssimo instrumento para as escolas refletirem" sobre os seus resultados, porque "sem dados, não podemos decidir". Salientou ainda a sua importância no âmbito, não só das políticas públicas gerais, mas sobretudo, no âmbito das políticas locais.

João Gonçalves, Diretor Geral da DGEstE, defendeu que "é no trabalho direto com as escolas que podemos fazer evoluir os processos", referindo ainda que os dados obtidos no âmbito do programa são para utilização de cada escola, e que são "um passo para começarmos a olhar os dados em prol da melhoria do serviço educativo das escolas", frisou.

Outra das contribuições da tarde partiu do diretor da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico), Andreas Schleicher, que através de videoconferência, falou do "PISA para as Escolas" a nível mundial e das especificidades do Programa em alguns países, não tendo perdido a oportunidade de dar os parabéns a Portugal por ser tão ativo nesta temática.

SOBRE O PROGRAMA PISA
O Programa PISA - Programme for International Student Assessment, desenvolvido pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, visa uma avaliação internacional das competências dos alunos de 15 anos nas áreas da matemática, ciência e enquadra-se no âmbito do trabalho que o Município tem vindo a desenvolver, no sentido de aprofundar o conhecimento relativo aos resultados escolares dos alunos da Amadora.