Mapa do Site

Município da Amadora reforça intervenção na área das pessoas em situação de sem abrigo | Projeto Passa a Palavra

Unidade móvel de atendimento
Município da Amadora reforça intervenção na área das pessoas em situação de sem abrigo | Projeto Passa a Palavra

No âmbito de uma candidatura ao POR Lx 2020 com o projeto Passa a Palavra, será reforçada a intervenção de proximidade junto da população em situação de sem abrigo, motivando-a para percursos alternativos à rua e para o tratamento das dependências.

O projeto, promovido e gerido pela Câmara Municipal da Amadora, envolve vários parceiros estratégicos, assumindo a Comunidade Vida e Paz a gestão operacional da intervenção.

A intervenção do projeto Passa a Palavra consiste em 3 ações:

Equipa Técnica de Rua
A Equipa Técnica de Rua pretende, numa lógica de proximidade, estabelecer relações significativas com as pessoas sinalizadas como estando em situação de sem abrigo, com o objetivo principal de as motivar para o início do acompanhamento social, tendo em vista o estabelecimento de projetos de vida alternativos à rua.

Esta atividade procura contactar e dar resposta às sinalizações recebidas e procura encaminhá-las para o Espaço Aberto ao Diálogo, local privilegiado para o trabalho com o/a gestor/a de caso.

A Equipa de Rua funciona duas vezes por semana, à 3.ª feira das 14h30 às 16h00 e à 6ª feira das 10h30 às 12h00.


Unidade Móvel de Atendimento
A Unidade Móvel de Atendimento é também utilizada como estratégia para aproximar a equipa técnica de rua às pessoas em situação de sem abrigo, motivando-as para a procura do Espaço Aberto ao Diálogo e para o início do acompanhamento social.

Rota da Unidade Móvel de Atendimento
    • 2.ª feira | 15h30 às 17h30 | Avenida D. Carlos I, Águas Livres
    • 4.ª Feira | das 15h30 às 16h30 | Av. da República, Águas Livres | das 16h30 às 17h30 | Rua António Aleixo, Águas Livres

 

Espaço Aberto ao Diálogo
Espaço criado para a intervenção com as pessoas em situação de sem abrigo da Amadora, que garante a satisfação de algumas necessidades básicas (alimentação e higiene), disponibilizando ainda o serviço de atendimento e acompanhamento social.
Funciona todos os dias úteis das 09h30 às 17h00, na Rua Manuel Heleno, loja 2, Casal do Silva, na freguesia da Falagueira-Venda Nova.

Enquadramento do projeto Passa a Palavra
A intervenção com pessoas em situação de sem abrigo na Amadora iniciou em 2000, tendo a Câmara Municipal da Amadora ao longo dos anos desenvolvido um trabalho no terreno de procura de respostas às problemáticas das dependências e da habitação, envolvendo parceiros estratégicos locais e de âmbito nacional.

Em 2009 foi criado o Núcleo de Planeamento e Intervenção com Pessoas Sem Abrigo da Amadora (NPISA) e, em 2018, foi criado um grupo operacional do NPISA da Amadora, com o objetivo de analisar e desenvolver estratégias conjuntas nos casos das pessoas em situação de sem abrigo. Fazem parte deste grupo as entidades com intervenção direta e especializada com a população em situação de sem abrigo, nomeadamente, a Câmara Municipal da Amadora, a Comunidade Vida e Paz, o Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, Equipa de Tratamento da Amadora (SICAD), o Instituto de Segurança Social - Setor Amadora e a AJPAS – Associação de Intervenção Comunitária, Desenvolvimento Social e de Saúde.

Desde 2010 iniciou-se a prática anual de efetuar o recenseamento da população em situação de sem abrigo da Amadora, o que permitiu uma monitorização permanente dos processos, bem como a confirmação de que o fenómeno das pessoas em situação de sem abrigo na Amadora se encontra estreitamente relacionado com o das dependências.

Complementando a intervenção já dinamizada pela Autarquia, em 2017 foi estabelecido um acordo de parceria com a Comunidade Vida e Paz, que tem garantido a intervenção com as pessoas em situação de sem abrigo da Amadora.