Mapa do Site

Violência contra as mulheres: "Prevenção tem de ser incutida desde o pré-escolar"

Violência contra as mulheres: "Prevenção tem de ser incutida desde o pré-escolar"

Esta foi a tónica deixada pela Presidente da Câmara Municipal da Amadora, na sessão de encerramento do encontro que marcou a comemoração do Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres. Para Carla Tavares, "todo o tipo de violência é condenável" sendo necessário "desmistificar comportamentos que não são saudáveis, principalmente no relacionamento entre os jovens".

Na Amadora esse trabalho tem sido feito, com mais ênfase desde 2013, apostando-se no trabalho em parceria com toda a comunidade. Trabalho esse, aliás, feito de "dinamismo e pioneirismo nas matérias de direitos", nomeadamente "na área da violência contra as mulheres", nas palavras da Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade.
Além de Rosa Monteiro, também Teresa Fragoso, Presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género destacou que a Amadora "tem sido muito proativa no trabalho realizado" sobre estas problemáticas.

Como forma de assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, a Câmara Municipal da Amadora promoveu, no dia 26 de novembro, no Auditório da Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, uma iniciativa que pretendeu alertar para comportamentos que continuam a ceifar dezenas de vidas de mulheres portuguesas, nomeadamente a Mutilação Genital Feminina e a Violência Doméstica.

A problemática da Mutilação Genital Feminina tem sido, aliás, um problema a que a cidade da Amadora tem dado atenção, com a Vereadora do Desenvolvimento e Intervenção Social a assinalar que "o apoio e prevenção só pode ser profícuo, numa lógica de partilha e parceria entre Administração Central e Local e Instituições Particulares de Solidariedade Social". Susana Nogueira pensa ter chegado o momento em que "não podemos, como sociedade, continuar a admitir que as mulheres continuem a sofrer vários tipos de violência", sendo que a Câmara Municipal da Amadora tem "estado na linha da frente no apoio às mulheres".

Esta iniciativa decorreu no âmbito do Ano Nacional da Colaboração 2019, promovido pelo Fórum de Governação Integrada, ao qual a Autarquia aderiu.