Mapa do Site

Mural 18 reúne 18 artistas na criação de um roteiro de arte urbana na área metropolitana de Lisboa

As obras servirão para responder ao repto lançado pela Área Metropolitana de Lisboa, relativamente à existência de traços comuns que caracterizem a identidade, a cultura e a vivência neste vasto território.
Mural 18 reúne 18 artistas na criação de um roteiro de arte urbana na área metropolitana de Lisboa
Realizou-se, no dia 12 de fevereiro, o sorteio dos artistas que vão pintar murais originais nos 18 municípios da área metropolitana de Lisboa, no âmbito da iniciativa cultural em rede, Mural 18.
 
Através do sorteio, realizado nas instalações da Área Metropolitana de Lisboa, foram apurados os seguintes emparelhamentos: Alcochete/Francisco Vidal, Almada/Tosco, Amadora/Hugo Pinhão, Barreiro/Tiago Hesp, Cascais/João Cruz, Lisboa/Pedro Pinhal, Loures/Odeith, Mafra/Ricardo Tota, Moita/Gustavo São Pedro, Montijo/ Tamara Alves, Odivelas/João Samina, Oeiras/Ram Miguel, Palmela/Vile, Seixal/João Rodrigues, Sesimbra/coletivo Amoca, Setúbal/ Mar, Sintra/Raivo e Vila Franca de Xira/Smile.
 
A evolução dos trabalhos, que terão início a partir do dia 21 de abril, e que se prolongarão pelo mês de maio, poderá ser acompanhada ao vivo e também na plataforma Mural 18.
 
Previamente ao sorteio de hoje, cada um dos 18 municípios que constituem a área metropolitana de Lisboa selecionou um artista do seu concelho e, aleatoriamente, esse artista foi sorteado para intervir num outro concelho.
Com esta iniciativa, pretende-se, não só, apoiar financeiramente os artistas envolvidos no projeto, mas também, fomentar o interesse pela arte urbana contemporânea em toda a área metropolitana de Lisboa, e criar focos de interesse nos espaços públicos intervencionados.
 
No final de maio será construído um roteiro de arte urbana na área metropolitana de Lisboa, com a totalidade das intervenções.
 
As obras servirão para responder ao repto lançado pela Área Metropolitana de Lisboa, relativamente à existência de traços comuns que caracterizem a identidade, a cultura e a vivência neste vasto território.

Espelharão, por isso, uma visão pessoal e artística relacionada com o património cultural e natural, a arte, a cultura, e as respetivas vivências e apropriações, e não poderão conter referências xenófobas, sexistas, obscenas ou violentas.

Previamente ao sorteio de hoje, cada um dos 18 municípios que constituem a área metropolitana de Lisboa selecionou um artista do seu concelho e, aleatoriamente, esse artista foi sorteado para intervir num outro concelho.
Através do Mural 18, que resultou de uma candidatura apresentada pela Área Metropolitana de Lisboa, e pelos seus 18 municípios, no âmbito do Programa Operacional Regional de Lisboa 2020, está a ser desenvolvida uma vasta programação cultural, que une agentes culturais, municípios e cidadãos, em defesa da comunidade artística e do nosso património cultural, imaterial e material. Conheça toda a programação cultural do Mural 18 aqui.
 
Esta iniciativa, que acontece numa altura delicada para todo o setor cultural, é o resultado da vontade inequívoca da Área Metropolitana de Lisboa e dos seus 18 municípios, de criar uma programação que sublinhe a importância da cultura na vida das comunidades, e de apoiar quem faz da cultura a sua vida e a sua forma de subsistência.
 
Mais informações em www.aml.pt
 
 
mural18 logo