Mapa do Site

Detalhes

Início:01/01/1970
Fim:06/02/2022

Descrição

Exposição de pintura e desenho “Time in Lines (ontology)”, da artista Susana Chasse.
 
Patente até 6 de fevereiro de 2022.
 
Entrada livre.
 
Time in Lines (ontology)
«O desenho enquanto Ser que É passado, presente e futuro riscado sem que se termine no imediato.
Há destino por manifestar, inacabado. O momento onde o princípio é determinado, mas o final ficará por escrever uma vez que está num domínio por viver. O teto sustém desenho, que tange paredes e descobre o chão. Esse beija a mesa onde nasce o ato e não respeita a área confinada para se expor. Realidade cronológica onde a bidimensionalidade se amplia num espaço-tempo ontológico, uno.
Cálculo recursivo de algoritmos analógicos autorais validados na reflexão alicerçada em “demãos” emocionais-racionais que compõem a mais autêntica prática.
O critério de “ranqueamento” existe pela imersão do fluxo no processo de conceção da linha, não depende de taxas de aceitação, rejeição ou apagamento. De alcance orgânico sem público-alvo e sem palavra-chave, o seu único catalisador é a visão pura para o espírito seja uma única entidade harmónica. Gramática da forma que se compõe em fases geradas num Time-Lapse de imagens - transformações que simplesmente surgem subtis aos nossos olhos - aqui passam a evidência
plástica onde se vive sem custo, como ondas que pertencem ao despertar da supraconsciência sem lembrança nem entendimento.
Conjunto de regras infinitas onde Tudo se cabe. Busca-se a interação com o outro, com o lugar.
Libera quem avista, quem visita, quem vem e que respira também ele involuntariamente. Sinergia de fecho de ciclo da essência e do propósito. Tudo pede relação. Tudo é relação. A honradez pertence às linhas que se avistam e corporizam no fluxo Wu Wei [ não forçar ] como a respiração involuntária que existe no TODO e “que é mais do que a soma das partes” onde Tudo é UM. Onde Tudo é Desenho.»
Susana Chasse, 2021

Sobre | Susana Chasse
Susana Chasse, n.1972, Lisboa. Autora por definição. O Desenho foi a janela da perceção para o mundo.
O seu mestrado com o tema “Desenho como Meditação. O Olhar que Contempla”, em 2010, na área de Design e Cultura Visual no I.A.D.E. é a concretização de um novo método de ensino no desenho. Foi docente de desenho na SNBA (1991) e é formadora de desenho (Modelo, Autor, Desenho como Meditação) no Nextart em Lisboa desde 2007. Como autora-artista, desde 1999, desenvolve o seu trabalho no desenho, pintura, instalação, escrita e método, criando contantes analogias sem hierarquias, mas plenas de significado. Expõe regularmente individual e coletivamente em Portugal e fora do país.
 
Galeria Municipal Artur Bual – Casa Aprígio Gomes
R. Luís de Camões, n.º 2, Venteira
2701-535 Amadora
214 369 059 | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
 
Transportes, Táxis e Parque público de estacionamento:
Comboio da CP: Estação da Amadora - Linha de Sintra – Lisboa
Vimeca: n.º 20 - Amadora – Algés
Lisboa Transportes: n.º 114 trajeto Amadora - Algés | n.º 113 trajeto Amadora – Belém
Táxis (Praça de táxis a 200 mts.)
Parque público de estacionamento (a 50 mts.)
 
Horário:
Terça-feira a sábado e feriados, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00
Domingos, das 14h30 às 18h00
Encerra à segunda-feira