Mapa do Site

Amadora debate impactos económicos e sociais associados aos desastres

Amadora debate impactos económicos e sociais associados aos desastres

Os Recreios da Amadora receberam a 16 de outubro a XIII Conferência "Dia Internacional para a Redução de Desastres", que teve como tema os impactos económicos e sociais associados aos desastres.

A importância fulcral da Resiliência e a realização de encontros que fomentem a reflexão sobre estas temáticas foram aspetos referidos pelos vários intervenientes na conferência.

Trabalhar na prevenção e na reabilitação e a aposta no trabalho em rede foram outras ideias apresentadas no debate.

Durante a sessão, a Presidente da Câmara Municipal da Amadora, Carla Tavares, enalteceu a "extraordinária equipa de Proteção Civil e a excelente articulação entre os vários meios" do município da Amadora.
"Temos confiança nos meios que temos no terreno, que estão mobilizados e articulados, e nas equipas que temos na cidade", afiançou a autarca, que não deixou de salientar que os munícipes estão cada vez mais sensíveis aos alertas da Proteção Civil

Durante a conferência, foi ainda apresentada a comitiva da Amadora que representará Portugal na iniciativa "Future Developers - Youth Exchange", que se realiza entre 17 e 25 de outubro, em Viggiano (Itália). 

Sobre o Dia Internacional para a Redução dos Desastres Naturais
Instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), o Dia Internacional para a Redução dos Desastres Naturais tem como principal objetivo uma reflexão sobre a problemática dos desastres, tendo em conta a necessidade de novas estratégias de atuação à escala local e regional, sobretudo na adoção de mecanismos e medidas de prevenção, capazes de minimizar perdas e danos socioeconómicos.