Projeto C4i na Europa

Origem

O projeto Communication for Integration (C4I), projeto de comunicação para a Integração, está a ser desenvolvido pelo Conselho da Europa, sendo cofinanciado pela Comissão Europeia no âmbito do Fundo Europeu para a Integração de Nacionais de Países Terceiros.
O Projeto tem a duração de 18 meses e vai gerar mais de 100 ações nas 10 cidades participantes.
Trata-se de um projeto incorporado no Programa Cidades Interculturais do Conselho da Europa, que procura fornecer conhecimentos metodológicos e estratégias de integração intercultural com base na Campanha Anti Rumores de Barcelona, desenvolvida por esta cidade em 2010.
Barcelona iniciou uma estratégia de longo prazo para melhorar a convivência em sociedade, através de uma campanha para eliminar rumores, equívocos e preconceitos que muitos cidadãos locais tinham acerca de minorias e imigrantes a residirem em Barcelona (http://bcnantirumors.cat/).

Objetivos

Já ouviu expressões como:

"Os imigrantes não querem e não gostam de trabalhar";

"Os imigrantes vivem à custa de subsídios do Estado";

Ou

"As crianças imigrantes só trazem problemas às escolas?"

Tais ideias, geralmente criam desconfiança e conflito social.

O Projeto Comunicação para a Integração tem como principal objetivo lutar contra equívocos, preconceitos, rumores e estereótipos usando técnicas de informação virais para fornecer respostas, baseadas em evidências, para erros comuns.

A participação ativa dos cidadãos como "agentes anti rumores" é uma característica fundamental deste Projeto, que usa as redes sociais e canais de informação virais para fornecer informações e explicações corretas sobre migração e diversidade e para combater mitos e equívocos que colocam em risco a coesão social.
A criação de uma rede anti rumores em cada cidade, envolvendo a administração pública, as organizações sociais e os cidadãos, é um convite a que se tornem agentes anti rumores na luta contra os estereótipos e preconceitos presentes no seu dia-a-dia.
Serão realizadas atividades de sensibilização, inovadoras e participativas, em todas as cidades, procurando criar-se uma metodologia e ferramentas comuns que permitam a que várias cidades da Europa tenham acesso á metodologia de comunicação para a integração, diversidade e coesão social.

População alvo

O sucesso do Projeto Comunicação para a Integração reside na diversidade do seu público-alvo.
Assim, a população alvo do Projeto Europeu assenta em:

  • Executivos municipais das cidades participantes;
  • Organizações locais das cidades participantes;
  • Parceiros sociais das cidades participantes;
  • Serviços públicos das cidades participantes;
  • Media local das cidades participantes;
  • Residentes das cidades participantes;
  • Trabalhadores nas cidades participantes;
  • Outras entidades, atendendo à natureza das ações a desenvolver em cada cidade.

Resultados a atingir

O Projeto visa avaliar o impacto das ações de cada cidade participante sobre a população a fim de constatar a sua eficácia na mudança de pensamentos, comportamentos e atitudes para com os imigrantes.
O Conselho da Europa, como parceiro principal, trabalha diretamente com as cidades europeias e as suas estratégias anti rumor locais, de acordo com as necessidades e expectativas das mesmas, sempre com o propósito de combater os preconceitos, estereótipos e atitudes racistas e de reforçar positivamente o papel da Interculturalidade como mecanismo facilitador de políticas e práticas que estimulam a interação, compreensão e respeito entre as diferentes culturas e grupos étnicos.

Cidades envolvidas

As cidades participantes do Projeto são: Amadora (PT), Barcelona (ES), Bilbao (ES), Botkyrka (SE), Erlangen (DE), Limerick (IE), Loures (PT), Lublin (PL), Nuremberg (DE), Patras (GR) e Sabadell (ES)