Mapa do Site

Chafariz da Porcalhota

Chafariz da Porcalhota

Em 1773, os habitantes da Porcalhota e da Falagueira já ambicionavam ter abastecimento de água que os servisse. Assim, por ocasião da construção do Aqueduto Geral das Águas Livres na zona da Falagueira, apareceu no seu alicerce uma pequena nascente. A par dos anseios da população, a Câmara Municipal de Lisboa mandou aproveitar a nascente e construiu-se uma bica de pedra que saía da própria parede do Aqueduto com um tanque para utilização pública.

Os habitantes da vizinha Porcalhota tentaram também que a água fosse levada para um local mais próximo e central, pelo que solicitaram à Câmara que a água fosse conduzida até à Estrada Real de Lisboa-Sintra e aí se construísse um chafariz. Tal não era possível, assim os Poderes Públicos resolveram mandar construir a projetada bica na Falagueira.

No entanto, só a 20 de julho de 1849 é que a Câmara deferiu o pedido dos habitantes locais.Chafariz da Porcalhota

O chafariz, com duas bicas, foi construído em 1850 no cruzamento da Estrada da Falagueira com a Estrada Real de Lisboa-Sintra, atual Rua Elias Garcia. No dia da sua inauguração, 29 de outubro, estiveram presentes o Mestre Geral das Águas Livres, o Fiel do Partido do lugar, o Fiel de D. Maria, o escrivão do juiz eleito e os habitantes locais.

Às 12.25h começou a correr a primeira água, acompanhada do lançamento de foguetes e da alegria da população.

Nos anos 60, o Chafariz foi transferido para a Estrada da Falagueira onde se encontra atualmente.

Estrada da Falagueira, Freguesia da Falagueira-Venda Nova