Mapa do Site

Maio | programação cultural da Biblioteca

Maio | programação cultural da Biblioteca

Com um vasto património cultural e fundos documentais especializados, a Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos promove não só a leitura, mas também a literacia cultural e artística, constituindo-se como um núcleo dinamizador das mais variadas áreas culturais.

Durante o mês de maio, estão previstas neste equipamento municipal atividades regulares que procuram satisfazer as necessidades culturais dos seus diversos públicos.

Todas as terças-feiras, para o público infantojuvenil, realizam-se visitas guiadas à Biblioteca e Bedeteca, há Dramatização Teatral “A Arca de Noé” seguida de ateliê, e Hora do Conto baseado no livro “Queridos livros” de Ana Faria, seguido de ateliê Reciclar e Criar.

Para os adultos, a 20 de maio, tem lugar o ateliê de Origami, e para os bebés, no mesmo dia, regressa a sessão interativa Bebeteca com o título “Mãos, braços, cotovelos, dedos”.

“Cockman – Episódio 1” é o título do próximo livro a ser apresentado no auditório. Trata-se de uma obra de Banda Desenhada, dirigida ao público infantojuvenil, escrita e desenhada por John River.

Também de regresso estão os Debates sobre História ao Fim do Dia. No próximo dia 25 de maio, o tema será “Fui conquistador – O Nacionalismo Pop nos Anos 80” que será apresentado pelo investigador do Instituto de História Contemporânea, Marcos Cardão.

De volta ao palco da Biblioteca está também o Teatro Infantil Didático Muzumbus, que dará a conhecer aos mais novos a peça “A menina que sabia usar o coração”, no último sábado do mês, dia 27 de maio.

Todas as atividades previstas são de participação gratuita.

Para estar a par da programação prevista para os próximos meses, consulte a Agenda Cultural.

 

Maio | Programação cultural
Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos


Todas as terças-feiras | 10h30 - 11h30
Visita guiada à Biblioteca e Bedeteca
Sinopse | Conhece a Biblioteca e a Bedeteca da Amadora? Sabe como funcionam? Venha visitar estes espaços e ver como se organizam os fundos documentais, nos seus diversos suportes, qual a melhor forma de aceder a eles e qual a sua utilidade.
Destinatários: público escolar e geral
Necessária inscrição prévia

Todas as terças-feiras | 10h30 - 12h00
A Arca de Noé | Dramatização teatral e ateliê
Sinopse | Dramatização teatral e ateliê sobre o livro de Pedro Strech, ilustrado por Carla Pott, recomendado pelo Plano Nacional de Leitura, para apoio a projetos de cidadania, amizade, entreajuda e perseverança. “…Há milhares de anos atrás encontramos Noé, um homem que tem pela frente uma difícil missão: escolher os representantes de cada espécie animal para salvá-los do Dilúvio que irá devastar o mundo. Para isso, Noé trabalhou dia e noite para construir uma embarcação sólida e resistente (…) e conduziu os animais e a sua família para a arca mas assim que lá entraram começaram os desentendimentos (…) e Noé teve que intervir para apaziguar os ânimos, explicando-lhes que tudo o que é importante está dentro de nós…”
Destinatários: público pré-escolar, 1.º ciclo e famílias com crianças maiores de 2 anos.
Necessária inscrição prévia

Todas as terças-feiras | 10h30 – 11h30
Hora do Conto baseado no livro “Queridos livros” de Ana Faria, seguido de ateliê Reciclar e Criar
Sinopse | Com a obra Queridos Livros, integrada no Plano Nacional de Leitura e recomendado para leitura autónoma no 4.º ano de escolaridade.
Uma história sobre a importância dos livros para estimular a imaginação e a criatividade das crianças.
Destinatários: público pré-escolar, 1.º ciclo e famílias com crianças maiores de 2 anos.
Necessária inscrição prévia


Terceiro sábado de cada mês | 20 maio | 14h30 – 16h00
Ateliê de Origami para adultos
Sinopse | O Origami é uma técnica oriental que consiste em criar determinadas figuras dobrando uma folha de papel, sem a cortar ou colar.
Normalmente o papel usado é quadrado, e as faces podem ou não ser de cores e/ou estampas diferentes.
Destinatários: público em geral
Necessária inscrição prévia

Terceiro sábado de cada mês | 20 maio | 16h30 – 17h30
Bebeteca | “Mãos, braços, cotovelos, dedos” | Sessão interativa para bebés
Sinopse | Mãos, festas e canções, braços poetas, abraços com e sem embaraços, poemas a falar pelos cotovelos, e, claro, os dedos, os nossos primeiros brinquedos.
Ana Isabel e Paula Pina, do projeto SóHistórias, proporcionam aos bebés e seus cuidadores o contacto com jogos, poemas e canções que contribuem para a construção da noção de corpo: o bebé aprende a reconhecer, a nomear, a coordenar várias partes do corpo, graças a atividades linguísticas e musicais articuladas com jogos de tonicidade, equilíbrio, lateralidade, coordenação, integração multissensorial e rítmica.
Necessária inscrição prévia

23 maio | 18h00
Apresentação do livro “Cockman – Episódio 1” de John River
Sinopse | Alves é um alce com factor-cura, Qem-éq é o seu irmão adotivo e consegue falar com os animais.
Ambos são os Príncipes de Cannadis – um reino utópico de super-heróis, situado no interior do Canadá.
Os 2 heróis estão de passagem por Goddamn City, visitando o seu amigo Cockman, um Super-Herói canadiense. É o ano 2999 da nova era e o mundo está ligeiramente diferente.
Destinatários: público em geral e infantojuvenil

25 maio | 18h30
Debates sobre História ao fim do dia | “Fui conquistador – O Nacionalismo Pop nos Anos 80”
Sinopse | Em 1989, o conjunto pop-rock Da Vinci venceu o Festival RTP da Canção com a canção ‘Fui Conquistador’, cujo refrão referia:
‘Já fui ao Brasil, Praia e Bissau, Angola, Moçambique, Goa e Macau. Ai, fui até Timor, já fui conquistador’.
O tema recriava alegoricamente a História dos Descobrimentos Portugueses, povoando-a de visões conciliadoras e sem fraturas do período colonial. Nesta comunicação o investigador do IHC, Marcos Cardão, pretende circunscrever e analisar os conjuntos pop-rock que procederam a uma releitura da História de Portugal mais próxima da celebração nacionalista do que de um distanciamento crítico, contribuindo assim para banalizar o nacionalismo português.
Parceria: Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Destinatários: público em geral
Não é necessária inscrição prévia

Último sábado de cada mês | 27 maio | 15h30 – 16h30
Teatro Musical Infantil | “A menina que sabia usar o coração”
Sinopse | Teatro Infantil Didático Muzumbus
“Joana é uma menina que já sabe usar o Coração, o que lhe proporciona uma vivência cheia de amor, harmonia, gratidão e felicidade genuínas! Certo dia, eis que um rapazinho chamado Rui entra na sua vida para desencadear muitas transformações no coração de ambos. Rui vai também aprender a usar o seu Coração, abrindo um mar de criatividade que, em contrapartida, fará Joana também evoluir. É a força do Coração, que nos faz sentir mais centrados em relação ao Mundo que nos rodeia!”
Destinatários: público infantojuvenil
Necessária inscrição prévia


Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos
Av. Conde Castro Guimarães, Nº 6 – Venteira
Telefone: 214 369 054
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
GPS: 38.752483, -9.2337572

Horário da Biblioteca:
Seg e sáb: 10h00 – 18h00 | ter a sex: 10h00 – 19h00
Fora de Hor@s: 20h00 - 24h00