Mapa do Site

Município da Amadora cria colónias de gatos de rua para controlar população

Município da Amadora cria colónias de gatos de rua para controlar população
Município da Amadora cria colónias de gatos de rua para controlar população

A Câmara Municipal da Amadora e a Associação Animais de Rua assinaram um protocolo de colaboração, com o objetivo de proceder à gestão da população de gatos errantes, silvestres, ou que vivam com famílias em situação de comprovada carência económica.

Este acordo de cooperação traduz-se na criação de colónias de felinos, em áreas devidamente especificadas, e que não ponham em causa a salubridade, a saúde pública e a segurança de pessoas, animais e bens.

Mediante a aplicação do Programa CED (capturar, esterilizar, devolver), pretende-se controlar as colónias de gatos e reduzir a população felina silvestre, através de um método ético e eficaz.
Cada colónia terá um conjunto de responsáveis, que irão zelar pela qualidade do bem-estar animal.

Paralelamente à celebração deste protocolo, a Câmara Municipal da Amadora celebrou ainda um contrato de seguro de responsabilidade civil, com vista ao eventual ressarcimento por danos patrimoniais e não patrimoniais decorrentes de lesões físicas ou materiais, causados pelos gatos silvestres devidamente identificados.