Mapa do Site

16 fevereiro | Conferência na Casa Roque Gameiro

16 fevereiro | Conferência na Casa Roque Gameiro

No próximo dia 16 de fevereiro (sábado), pelas 15h30, realiza-se na Casa Roque Gameiro a Conferência As obras de encomenda estatal de Jaime Martins Barata (1899-1970) e a modernidade artística do Estado Novo, por Jorge Costa, Doutorando da Université Paris-Sorbonne e FCSH – Universidade Nova de Lisboa.

Esta iniciativa realiza-se no âmbito da exposição Ver tudo: Màmía Roque Gameiro (1901-1996) – Pintura e Ilustração, patente naquele equipamento cultural municipal até ao próximo dia 24 de fevereiro.

Iniciativa gratuita.
Inscrição prévia por email (Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.) ou por telefone (214 369 090).
Deve ser indicado o nome completo do participante e o contacto telefónico.
As inscrições devem ser feitas até 48h da data da sua realização.

Sobre a Exposição “Ver tudo: Màmía Roque Gameiro (1901-1996) – Pintura e Ilustração"
Esta exposição retrospetiva tenta ver de perto o que Màmía fez, inclusivamente o invisível. Encontra-se disposta em duas salas e estrutura-se em cinco núcleos: «Màmía – modelo»; «Serenidade e silêncio: interior(es)»; «Pintar à luz do sol»; «Desenho e Ilustração: Màmía artística e científica» e «Naturezas-mortas, flores, folhas, conchas». O catálogo que acompanha a exposição, contém um estudo inédito, o primeiro realizado sobre a pintora. A mostra contará ainda com workshops, conferências e visitas guiadas. Além da sua pintura e ilustração exibem-se diversas obras a que deu origem como modelo. Observam-se, assim, trabalhos de Alfredo, Raquel e Helena Roque Gameiro, Mily Possoz, Cottinelli Telmo, Hebe Gonçalves Gomes e Jaime Martins Barata, com quem casou em 1926.

Sandra Leandro
(Comissária da Exposição) 

Casa Roque Gameiro
Pct. 1.º Dezembro, 2 – Venteira (2700-668)
Telefone: 214 369 058 | Fax: 214 929 239
38º45'28.9''N 9º14'31.8''W

Horário:
3.ª feira a sábado, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30
Domingo, das 14h30 às 17h30
Encerra 2.ª feira
Aberto aos feriados 

Créditos da imagem:
Màmía a pintar no caminho da Falagueira, início da década de 20, do século XX. Fotografia. Colecção particular.