Mapa do Site

Instituições da Amadora confecionam aconchego para os prematuros do Amadora-Sintra

Instituições da Amadora confecionam aconchego para os prematuros do Amadora-Sintra

No dia 14 de junho, foram entregues à Unidade de Neonatologia do Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra) 500 gorros, 28 conjuntos de botas e gorros, 28 pares botas, 57 mantas, 100 polvos e 3 cobertas de incubadoras, que serão utilizados pelos bebés prematuros ao cuidado daquele serviço, numa cerimónia que contou com a presença da atriz Carla Chambel, Carla Tavares, Presidente da Câmara Municipal da Amadora, Clara Lopes, da Associação Migos, Rosalina Barroso, Chefe da Unidade de Neonatologia do HFF e Francisco Roxo, do Conselho de Administração do Hospital.
Todos estes materiais foram elaborados por idosas de diversas instituições da Amadora, no âmbito do projeto AmaSénior Viva+.

Do Maior para o Mais Pequeno – assim se chama esta iniciativa – vai já na sua 2.ª edição e, segundo a atriz Carla Chambel (a mentora do projeto), “está a intensificar-se”. A verdade é que continuam a surgir novas ideias de materiais que podem ser confecionados pelas mãos hábeis destas senhoras, que fazem pequenas maravilhas com as agulhas de crochet.

Para a Presidente da Câmara Municipal da Amadora, “este é um projeto muito especial, só possível devido ao empenho de todos.” E é ainda mais especial, por ser “um trabalho da comunidade para a comunidade e que tem todas as condições para continuar.” Carla Tavares salientou ainda o mérito do projeto AmaSénior Viva+, que pretende “promover o convívio, em detrimento do isolamento, pelo que os artigos produzidos para os bebés são também produtos dos afetos.” E as cidades “também se fazem de afetos”, concluiu.

A novidade, este ano, foi a entrega de polvos elaborados em crochet, uma ideia importada da Dinamarca. Ao reproduzir a sensação do cordão umbilical através dos seus tentáculos, o polvo promove no bebé prematuro uma regulação do seu batimento cardíaco, além de conservar o cheiro da mãe. A concretização destes polvos só foi possível graças à Associação Migos, parceiro fundamental que partilhou com as artesãs o saber de criar este objeto tão especial que requer regras rígidas na sua confeção.

Do Maior para o Mais Pequeno, assim se chama o projeto, que se iniciou com um desafio de Carla Chambel à Autarquia, após ter presenciado como eram necessários estes artigos na Unidade de Neonatologia do Hospital Fernando Fonseca, está atualmente a ser desenvolvido no âmbito do Programa AmaSénior Viva+.
As entidades envolvidas no projeto são a Associação Migos, Casal Popular da Damaia, SFRAA - Quinta de S. Miguel, Associação Feixe Luminoso, Centro Social e Paroquial de S. Brás, JF de Águas Livres, JF Encosta do Sol, JF da Falagueira Venda Nova, JF Mina de Água. Foram ainda envolvidas no corrente ano as seguintes empresas: Anchor Creative, Schachenmayr, IKEA e Leroy Merlin Amadora.

O Programa AmaSénior Viva+ é um programa de caráter ocupacional, dirigido a todos os munícipes do concelho, com idade igual ou superior a 55 anos. Promovido pela autarquia em parceria com instituições locais, inclui ateliês ocupacionais, cursos teóricos e atividades físicas diversas.